terça-feira, 23 de março de 2010

Casting de livros (ii).

A conselho antigo, também ignoro qualquer descrição que não condizer com minha imagem da personagem.

Lembro-me de engordar certa personagem quando o livro especificamente descrevia-a magra. De outra feita, era uma fulana que fugia. Escondia seu rosto com um capuz. Recusei-me: pus-lhe um boné na cabeça.

2 Comentários:

Blogger Thomaz disse...

Esse hábito me atrapalhou muito em meus tempos de paixão pelas histórias detetivescas. Refazia os personagens de acordo com minha vontade e o assassino nunca batia com a descrição que o detetive brilhante havia provado que ele deveria ter.

23 de março de 2010 22:11  
Blogger Caio Marinho disse...

Cômico, no mínimo, meu caro.

24 de março de 2010 07:39  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial